Quarta-feira, 10 de Dezembro de 2008

Hoje saí á rua…para quê?

Hoje de manhã cedo saí á rua, o frio era muito, olhos vidrados do sono e não era muito grande vontade para ir trabalhar, uns chamam-lhe emprego, eu considero trabalho.

Logo que cheguei deparei-me com montes de folhas em cima da minha mesa, detesto quando me fazem isto, até porque não é por me porem aquilo á frente que eu vou fazer logo, á coisas mais urgentes, ou não, não é isso que está em causa…é a atitude.
Hoje cheguei com vontade de embirrar, as pessoas dizem bom dia quase por obrigação, para quê? Para ficarem bem vistas? Por respeito? Tanto respeito e depois metem as folhas espalhadas em cima da mesa…onde é k está o respeito ai? Tretas…
Depois a porcaria do PC, demora montes de tempo a arrancar, e já lá vão 15 minutos…uma boa solução seria os portáteis do E - Escolas…porque vejam bem, maior parte de nós, por muito sérios que sejamos, também brincamos no serviço, bem ou mal, também nós somos sempre avaliados...ou deveríamos ser. Eu acho que seria uma boa solução Sr. Sócrates pense nisso. Depois á hora da “buxa”, é sempre a mesma história…Rafael o que é que queres? Grrr…a senhora até pode querer ser simpática, mas porra, á meses a fio que de manha o que eu como é uma sandes de fiambre com manteiga e o copo de leite frio, mas mesmo assim e depois de eu dizer o que quero ela dá-me tudo trocado, Grrr…até posso ser eu que embirro, mas não há paciência que aguente… e depois tenho de me aguentar e não dizer nada, por respeito á senhora…
Venho para baixo pior que merda, não é por causa do que me aconteceu, é por não poder dizer o que me ia na alma naquela altura, e quando chego ao local de trabalho, o que está em cima da minha mesa? Acertaram ainda mais folhas, mas pior que isso é que conseguiram desordenar as outras que já estavam arrumadas, respiro fundo e volto a arrumar tudo novamente. Continuo a lançar tudo no sistema e lá estou eu no meu trabalho diário que basicamente é fazer o registo de toda a documentação externa, quando por obra do Espírito Santo a porcaria do PC volta a parar… ligo aos informáticos para verem o que se passa, resposta: Já viste o cabo de rede? ... Ok a falha foi minha, peço desculpa e desligo…Causa da falha de rede, umas pastas que estão para lá ao monte ao pé de mim, caíram para cima do cabo e desconectou-o. As famosas pastas foi obra de uma mente iluminada que achou que aquilo ali ficava giro, estão a ver o Tetris... é quase a mesma coisa, o Tetris tinha a vantagem que de cada vez que fazíamos linha elas desapareciam ali é precisamente o contrário, multiplicam-se.
Já são horas de almoço e finalmente acabo de lançar o maço de folhas que lá tinha… e vou comer, que é altura de relaxe, um momento só meu, ali ninguém me chateia, pensava eu, quando chego ao Snack-bar onde costume almoçar, lá estão os suspeitos do costume, um grupo de malta que são os primeiros a chegar e os últimos a ir embora, malta que vai para ali fazer sala, não respeita quem está á espera, com fome, com sede, cansado de subir uma rampa com uns 100 m de extensão, aquilo é malta que só pensa em si própria, uma vergonha quanto a mim, mas isto é a minha maneira de ver as coisas, quem sou eu? Um simples cavador, ao pé deles, gajos engenheiros, e outros tais…só falta um charutozito. Já agora? Acabo de comer venho para baixo e quando chego á secretária…mais folhas em cima da mesa… Grrr.
Por milagre, escapo-me para o Arquivo e ali estou só e ninguém me impõe regras, eu faço á minha maneira e para meu bem, é um trabalho que nunca ninguém fez e como tal, não há termo de comparação e sendo assim bem ou mal fui eu que fiz…Já são 4 e meia vou embora…desligo o PC e arrumo a secretária e sabem o que vai lá estar quando eu amanha chegar…? AS PUTAS DAS FOLHAS…
 
Malta á lá uma gaveta para porem as folhas….
Rodas
publicado por Rafael Oliveira às 00:08
link do post | dá a tua opinião | favorito
3 comentários:
De Serafim a 13 de Dezembro de 2008 às 22:38
Tenho a dizer-te que sem dúvida que há dias que mais vale ficar na cama... Mas se não forem as Putas das Folhas, os nossos dias também são demasiado monotonos...
E vê se deixas a manteiga, cuidado com a dieta! Por isso é que ela te pergunta todos os dias e que queres para o lanche.
E não percebo a tua embirração com os Engenheiros ao almoço, tu tens sempre uma cadeira para ti, e só para ti! :)
Have a nice day, and remember: "You will always be only you, and no body else."
De Kalil a 10 de Dezembro de 2008 às 23:27
Há dias e dias... das poucas coisas que a experiência nos ensina é a perceber que não há nada como um dia depois do outro... nesses dias em que parece que o mundo está contra ti, troca-lhe as voltas e vê as coisas numa outra perspectiva: não é bom ter um espaço de trabalho? não é bom ter colegas de trabalho? Não é bom ter trabalho? Não é bom poder fazer uma pausa para merendar e ter quem nos prepare a merenda? Enfim, quem sou eu para dar lições... mas com a aproximação do Natal fiquei um pouco lamechas... mas é um exercício interessante de se fazer, experimenta-o da próxima vez que te sentires assim! Sugiro agora um post sobre o Natal... Parabéns pelo texto e boas festas! ;)
De Cristina a 10 de Dezembro de 2008 às 23:25
Não te preocupes, há dias mesmo assim.... Mais valia ficar na cama. Um abraço
P.S. They are out there... (As folhas...)

Comentar post

.Como sou eu?

.Procurar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Um dia vou-te dizer... qu...

. O Cansaço dos Portugueses...

. Ser Benfiquista...

. W.C.

. Oh Fáxavor…?

. Pêlos

. Hiper e Eco ZEN

. Hoje saí á rua…para quê?

. Natal - Parte I

. A Igreja e o Futebol

. O "D"eficiente.

. O Começo...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub