Quinta-feira, 29 de Novembro de 2007

Natal - Parte I

Chegou o Natal…
Parte I
Mais um ano e lá está Ele “o menino ”, ora nas palhas estendido, ora nas palhas deitado, com a aquelas duas bestas e também com a companhia do burro e da vaca. Fala-se em Rei Magos que na sua busca incessante da estrela que situava o local do nascimento do “menino” levavam as suas oferendas, como ouro, incenso e mirra, fala-se que cada um levava a sua, mas eu, não acredito, por uma simples razão, ora se ia lá um Rei Mago Africano, de certo que era ele a carregar com tudo. Com tanta coisa para oferecer, foram logo dar aquilo, porque é que não lhe levaram um casaquinho de malha, uma manta, ou fraldas, uma chucha…? Realmente…
O “ menino” teve sorte, porque se fosse nos nossos tempos o mais provável era nascer numa ambulância, com a Virgem a ser assistida por um Carpinteiro - Bombeiro.
Ouvi dizer que as buscas não foram uma tarefa fácil, porque inicialmente os Reis foram enganados por uma luz com um símbolo de morcego de um tal de Batman… brincadeiras… e cada vez que os Reis pediam indicações a alguém era o costume “ é já ali á frente”, isto tudo porque os camelos em questão não tinham GPS’s.
O Natal é a época do ano onde há mais hipocrisia das pessoas, porque deseja-se coisas boas uns aos outros e depois anda-se a cortar na casaca durante trezentos e tal dias, eu não gosto do Natal porque com um amigo meu diz é tudo muito “malechas”, os filmes são os mesmos de todos os anos, o “Sozinho em Casa”, o “ Feiticeiro de Oz”, “Música no Coração” e o tão aclamando Circo…E as prendas? Para cima de dez oferendas, as famosas piúgas das raquetas daqueles lotes de dez pares das feiras por um euro, as delicias da Ferrero, a bela da felhoz, o Bolo-Rei com frutas cristalizadas que mais parecem borracha, os variadíssimos Pais Natal com a bela da escadinha nas chaminés…já agora quem é que teve esta ideia? As crianças o que pensaram disto?
 
”Olha o Pai Natal veio mais cedo…e foi primeiro á casa do João do que á minha…”
 
Em breve irei continuar isto…
sinto-me: Natalicio
publicado por Rafael Oliveira às 22:15
link do post | dá a tua opinião | favorito
3 comentários:
De Jane Doe a 15 de Dezembro de 2008 às 22:30
Será que não está na altura de fazeres a segunda parte? Acho que viria mesmo a calhar para a época que atravessamos. Um abraço
De Rui Henriques a 18 de Janeiro de 2008 às 10:26
Gostei do texto, continua a escrever que vais longe.
De luis henriques a 11 de Dezembro de 2007 às 12:57
Força amigo Rafael , gostei muito deste teu post Natalicio e fico à espera da 2ª parte.
Continua a escrever com esta tua sátira mordaz; se continuares assim , qualquer dia publicas um livro como o Vale e Azevedo ou como o José Veiga, mas cuidado não vás preso.
Senão os teus amigos têm de ir almoçar á prisão de Alcoentre.

Comentar post

.Como sou eu?

.Procurar

 

.Setembro 2010

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab
1
2
3
4
5
6
7
8
9
10
11
12
13
14
15
16
17
18
19
20
21
22
23
24
25
26
27
28
29
30

.posts recentes

. Um dia vou-te dizer... qu...

. O Cansaço dos Portugueses...

. Ser Benfiquista...

. W.C.

. Oh Fáxavor…?

. Pêlos

. Hiper e Eco ZEN

. Hoje saí á rua…para quê?

. Natal - Parte I

. A Igreja e o Futebol

. O "D"eficiente.

. O Começo...

.arquivos

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds

Em destaque no SAPO Blogs
pub